Ad Sense

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Janot está confiante em que Fachin continuará como relator do caso JBS no STF

No entanto, disse a interlocutores que o julgamento será uma “praça de guerra” 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, está confiante em que o ministro Edson Fachin continuará como relator da delação da JBS no Supremo Tribunal Federal (STF). 

O julgamento do caso foi pautado pela presidente Cármen Lúcia para hoje, (21). Janot disse a interlocutores, no entanto, que será uma “verdadeira praça de guerra”. Aposta que o ministro Gilmar Mendes deverá ser o principal opositor à permanência de Fachin no caso.  Assim como Janot, Fachin também considera ter grandes chances de permanecer na relatoria do caso.

>>   Fachin vê movimento para tirá-lo de relatorias de processos da Lava Jato


 

Nenhum comentário: