Ad Sense

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Gastos nas alturas

As despesas com pessoal no Legislativo, no Judiciário, no Ministério Público e na Defensoria Pública da União estão estourando

Já somam 95%, em média, do limite estabelecido pela lei do teto de gastos. A conta está em estudo da Instituição Fiscal Independente do Senado (IFI). A pesquisa chama a atenção para o peso dos benefícios que são somados aos salários. 

Em 2016, os custos com auxílio-moradia do Judiciário e do Ministério Público consumiram R$ 423 milhões. 

É mais do que os R$ 382 milhões pagos pelo Executivo a um número bem maior de funcionários. O estudo afirma que, sem conter despesas com pessoal, será preciso fazer cortes que podem comprometer o funcionamento das instituições. 

Fonte: Poder em Jogo - Lydia Medeiros 

 

Nenhum comentário: