Ad Sense

terça-feira, 11 de julho de 2017

Cristovam Buarque e Romário assinam representação por quebra de decoro de senadoras

[as baderneiras, inclusive uma está sendo processara por corrupção (Gleisi Hoffmann - PT)  além de desmoralizar o Senado Federal - uma das Casas de um dos Poderes da República   - ao transformarem a Mesa Diretora em picadeiro e o Plenário no palco de um circo, desmoralização que avilta o cargo de Senador da República - estão também impedindo o funcionamento de um dos Poderes e cometendo grave crime.
Não se trata só de quebra de decoro mas também atentado contra o funcionamento regular do Poder Legislativo.
Apesar das inúmeras restrições ao senador Romário, temos que reconhecer que desta vez ele está honrando o seu mandato.
O senador Ronaldo Caiado assinar comprova mais uma vez que está entre os políticos em condições de disputar a presidência da República em 2018, caso seja impossível uma composição que priorize o deputado JAIR MESSIAS BOLSONARO.
Agora é esperar que as baderneiras tenham o mandato cassado e que a ré Gleisi seja encarcerada preventivamente - afinal, réu em liberdade que desrespeita as leis deve ser recolhido ao cárcere.]


A representação protocolada pelo senador José Medeiros (PSD-MT) contra as senadoras da oposição que ocuparam a mesa do Senado já conta com 15 assinaturas, segundo o gabinete do senador.

Entre os que assinaram o documento, estão os senadores Cristovam Buarque, Romário, Antônio Anastasia e Ronaldo Caiado, além do próprio Medeiros.
"A conduta perpetrada extrapola a postura que se espera em ambiente democrático, vez que viola e subtrai o direito dos demais parlamentares ao regular o funcionamento da Casa à continuidade dos debates dos projetos da Ordem do dia", diz a representação.

Desde meio-dia, as senadores Gleisi Hoffmann, Vanessa Grazziotin, Fátima Bezerra e Regina Souza impedem a votação da reforma trabalhista no Senado.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário: