Ad Sense

terça-feira, 4 de julho de 2017

Início da retomada do emprego formal beneficiou os jovens e Número de concessionárias parou de cair no semestre, diz Fenabrave

Início da retomada do emprego formal beneficiou os jovens

O começo da recuperação do mercado formal de trabalho é especialmente positivo para os jovens. Levantamento do Ministério do Trabalho aponta que, de janeiro a maio, o país criou 320,55 mil vagas ocupadas por trabalhadores com até 24 anos. O saldo geral do Caged é bem inferior. No ano, foram gerados 25,23 mil empregos com carteira assinada.

O efeito da recessão no mercado de trabalho foi sentido mais fortemente entre os jovens. Ao final do primeiro trimestre, a taxa de desemprego geral era de 13,7%, mas para os trabalhadores de 18 a 24 anos o índice estava em 28,8%, de acordo com a PNAD, do IBGE. Na região Nordeste a taxa chegou a 32,9%. O grupo encontra uma dificuldade maior para entrar no mercado de trabalho. Os jovens, que são 13,5% da população em idade de trabalhar, eram um terço dos cerca de 14 milhões de desempregados do país. 

Número de concessionárias parou de cair no semestre, diz Fenabrave

O primeiro semestre chegou ao fim com estabilidade no número de concessionárias no país e de empregos no setor, conta o presidente da Fenabrave, Alarico Assunção.
— Em dois anos, de janeiro de 2015 a dezembro de 2016, foram 1.308 concessionárias fechadas e perda de 170 mil empregos. Hoje, podemos dizer que essa sangria está estancada. O emprego ficou estável e as concessionárias pararam de fechar — disse.

Fonte: Blog da Miriam Leitão - O Globo 


 





Nenhum comentário: